EconPapers    
Economics at your fingertips  
 

COMPORTAMENTOS DOS ALUNOS DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DA REGIÃO DE BRAGANÇA (PORTUGAL) RELATIVAMENTE AO CRÉDITO - STUDENTS’ BEHAVIORS FROM A PORTUGUESE HIGHER EDUCATION INSTITUTION IN RELATION TO CREDIT

Maria ISABEL BARREIRO Ribeiro (), António JOSÉ GONÇALVES Fernandes () and Francisco JOSÉ LOPES de Sousa Diniz ()
Additional contact information
Maria ISABEL BARREIRO Ribeiro: Doutorada em Economia pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Vila Real, Portugal. Professora Adjunta da Escola Superior Agrária, Instituto Politécnico de Bragança, Portugal. Coordenadora do Departamento de Ciências Sociais e Exatas, Escola Superior Agrária, Instituto Politécnico de Bragança, Portugal. Campus de santa Apolónia, 5300-253 Bragança. Investigadora integrada do Centro de Estudos Transdisciplinares para o Desenvolvimento, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Vila Real, Portugal. Edifício ECHS – Pólo II, Quinta de Prados, 5001-801 Vila Real.
António JOSÉ GONÇALVES Fernandes: Doutorado em Gestão pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Vila Real, Portugal. Professor Adjunto da Escola Superior Agrária, Instituto Politécnico de Bragança, Portugal. Vice-coordenador do Departamento de Ciências Sociais e Exatas, Escola Superior Agrária, Instituto Politécnico de Bragança, Portugal. Campus de santa Apolónia, 5300-253 Bragança. Investigador integrado do Centro de Estudos Transdisciplinares para o Desenvolvimento, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Vila Real, Portugal. Edifício ECHS – Pólo II, Quinta de Prados, 5001-801 Vila Real.
Francisco JOSÉ LOPES de Sousa Diniz: Doutorado em Economia pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Vila Real, Portugal. Centro de Estudos Transdisciplinares para o Desenvolvimento, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Vila Real, Portugal. Edifício ECHS – Pólo II, Quinta de Prados, 5001-801 Vila Real.

Investigación en Ciencia Regional, 2017, vol. VIII, issue 1, 61-76

Abstract: Este trabalho pretende compreender o comportamento financeiro dos alunos de uma instituição de ensino superior portuguesa. Para este fim, foi realizado um estudo quantitativo, observacional, transversal e analítico. A recolha de dados, que decorreu de outubro a novembro de 2016, baseou-se num questionário que foi administrado diretamente aos alunos de uma instituição pública de ensino superior do nordeste transmontano. Foi recolhida uma amostra acidental de 1290 indivíduos com idades compreendidas entre os 16 e os 43 anos. A maioria era do género feminino, tinha nacionalidade portuguesa, frequentava o 2º ano de uma licenciatura na Escola Superior de Educação, vivia em agregados familiares de 3 ou 4 pessoas com um rendimento mensal até 800 euros. Os progenitores tinham habilitações literárias ao nível do 3 º ciclo do ensino básico ou do ensino secundário. Para efetuar o tratamento estatístico dos dados recorreu-se ao software SPSS 23.0. Verificou-se que o perfil do estudante que tinha contraído empréstimos bancários era, estatisticamente diferente, daquele que não os tinha contraído. As diferenças identificadas diziam respeito às habilitações literárias dos progenitores (concretamente, do pai) e à idade do estudante. Trata-se de alunos cujo pai tinha escolaridade inferior ao 1º ciclo e dos alunos que tinham mais idade. Os resultados relativos à socialização parental, ensinamentos parentais e otimismo financeiro registaram valores ligeiramente acima do moderado. Já, no que diz respeito ao rendimento subjetivo do aluno e da família, os estudantes consideram estar abaixo dos valores que seriam necessários para cobrir todas as obrigações e satisfazer todas as necessidades. Quanto à intenção do estudante vir a contrair empréstimos no futuro, foi registada uma probabilidade elevada de o vir a fazer para fazer face a despesas com bens de 1ª necessidade, educação e saúde. Por fim, no que diz respeito às atitudes do estudante face ao endividamento, pode dizer-se que é uma atitude conservadora pois, apesar de considerarem o recurso ao crédito como um ato normal na sociedade atual, consideraram, também, que o recurso ao crédito deve servir, essencialmente, para fazer face a despesas relacionadas com a satisfação de necessidades básicas.

Keywords: Comportamento financeiro; Alunos; Ensino superior; Bragança; Portugal (search for similar items in EconPapers)
Date: 2017
References: Add references at CitEc
Citations Track citations by RSS feed

Downloads: (external link)
http://www.rsijournal.eu/FOREIGN/SPAIN/ICR_2017.pdf (application/pdf)

Related works:
This item may be available elsewhere in EconPapers: Search for items with the same title.

Export reference: BibTeX RIS (EndNote, ProCite, RefMan) HTML/Text

Persistent link: https://EconPapers.repec.org/RePEc:hrs:jrnicr:v:viii:y:2017:i:1:p:61-76

Access Statistics for this article

Investigación en Ciencia Regional is currently edited by Dr Christos Ap. Ladias

More articles in Investigación en Ciencia Regional from Hellenic Association of Regional Scientists
Series data maintained by Dimitrios K. Kouzas ().

 
Page updated 2018-01-09
Handle: RePEc:hrs:jrnicr:v:viii:y:2017:i:1:p:61-76